Aplicação de Inteligência Artificial na Gestão Estratégica das Organizações

Aplicação de Inteligência Artificial na Gestão Estratégica das Organizações



 
Aluna  Fabiano Zonaro Rosa   
 bianozr@gmail.com

Claudinei Di Nuno, MSc
         professorclaudinei@uol.com.br




Resumo

 
Com a constante expansão do uso da informática nas organizações, o advento de sistemas inteligentes de apoio à decisão vêm sendo cada vez mais empregados com sucesso nas mais diversas áreas de negócio. Esses sistemas oferecem soluções e auxílio aos tomadores de decisão em aplicações consideradas complexas, demoradas e com alto grau de risco e incertezas, que envolvem um grande número de variáveis e contextos. Os sistemas utilizam uma série de técnicas baseadas em Inteligência Artificial, consistindo principalmente em simulações de comportamento e detecção de padrões de forma semelhante ao pensamento humano. A análise SWOT é uma ferramenta utilizada na gestão estratégica das organizações, na qual são levantados, de forma crítica, os fatores internos e externos da organização, o que possibilita a identificação de seu posicionamento para o planejamento de ações. Este artigo tem por objetivo apresentar as técnicas de inteligência artificial mais utilizadas: redes neurais artificiais, lógica nebulosa e algoritmos genéticos, e mostrar como cada uma pode ser melhor utilizada para a tomada de decisões frente às oportunidades e ameaças do ambiente organizacional. Adicionalmente é apresentada a aplicação da técnica de Inteligência Artificial denominada lógica nebulosa (fuzzy) como ferramenta de auxílio à tomada de decisão na gestão estratégica de uma organização fictícia. Esta ferramenta atua como motor de inferência na análise SWOT para o tratamento de informações com alto nível de incerteza e para a geração de dados mais precisos, evidenciando, assim, o potencial de eficácia da utilização de sistemas inteligentes no processo de tomada de decisão.